Dia do Geólogo, 30/05

30/05/2011

 Por: Najla (9º Ano)

        A profissão, ligada em grande parte à exploração mineral e de petróleo, também apresenta outras funções como geologia aplicada à engenharia (barragens, estradas, metrôs), a hidrogeologia, geologia ambiental e também em áreas novas, como a geologia médica e a geologia aplicada ao turismo.

        Um novo estímulo à profissão começou há cerca de três anos, com a crescente demanda dos parques industriais dos países emergentes (como China, Índia e Brasil) e também dos países industrializados por insumos minerais (as commodities). “Acredito que nas próximas décadas os campos de atuação do geólogo se consolidarão nos já existentes, como exploração de petróleo, mineração de metálicos e não metálicos, água subterrânea, meio ambiente e geologia aplicada à engenharia, mas haverá inserção cada vez maior de geólogos onde não se imaginava há alguns anos, por exemplo, na medicina, no turismo, na economia e, fundamentalmente, na direção de grupos responsáveis pela gestão territorial como um todo”, afirma o geólogo Eduardo Salamuni (Diretor-presidente da Mineropar).

        O geólogo pode atuar em dez áreas diferentes que são a paleontologia, petrologia, pesquisa mineral, geologia de petróleo, hidrogeologia, geotécnica, geoquímica, geofísica, geologia marinha e geologia ambiental.

 


Domingo com as Mães (08/05)

09/05/2011

Por Midori Furukawa (9º Ano)

Anna Jarvis

    O Dia das Mães, também designado de Dia da Mãe, teve a sua origem no princípio do século XX, quando uma jovem norte-americana, Anna Jarvis, perdeu sua mãe e entrou em completa depressão.

            Preocupada com aquele sofrimento, algumas amigas tiveram a ideia de perpetuar a memória da mãe de Annie com uma festa. Annie quis que a homenagem fosse estendida à todas as mães, vivas ou mortas.

            Em pouco tempo, a comemoração e consequentemente o Dia das Mães se alastrou por todos os Estados Unidos e, em 1914, sua data foi oficializada pelo presidente Woodrow Wilson: dia 6 de Maio.


HOJE É DIA DA MATEMÁTICA (06/05)

06/05/2011

POR MARIA LUISA E NAJLA (9º ANO)

      Você sabia que dia 06 de maio é Dia Nacional da Matemática? Mas, e Matemática tem Dia? Tem! 

 

No dia 06 de maio de 1895 nasceu Júlio César de Melo e Souza, mais conhecido como Malba Tahan. Escritor e professor de Matemática, ele é autor de inúmeras obras literárias, dentre elas O Homem que Calculava, que relata as enigmáticas histórias de um calculista repleto de estratégias matemáticas na resolução de problemas cotidianos. 

Em referência a Júlio Cesar de Melo e Souza, o Dia Nacional da Matemática é comemorado em 6 de maio, de acordo com uma lei aprovada pelo Congresso Nacional no ano de 2004, no intuito de divulgar a ciência como uma importante ferramenta de trabalho humano.

 O objetivo dessa comemoração é divulgar a Matemática como área de conhecimento, sua história e suas aplicações no mundo, bem como sua ligação com outras áreas de conhecimento, buscando 

A SBEM criou essa data com o intuito de promover em todo o Brasil a realização de eventos comemorativos, suas possíveis relações com outras ciências e fazer as crianças discutirem a sua importância. O objetivo da data é difundir a ciência que para muitos é difícil, mas tão necessária em nosso dia-a-dia, afinal a matemática está em tudo, até naquela receita de bolo gostosa que a vovó faz. A comemoração só mostra que essa ciência não é nada chata e seu aprendizado pode ser divertido. E tentando derrubar aquele velho mito de que aprender Matemática é difícil e apenas privilégio de poucos. 

Nome:
Júlio César de Mello e Souza (pseudônimo: Malba Tahan)

Vida:
viveu 79 anos (1895 – 1974), a maior parte no Rio de Janeiro

Formação:
Colégio D. Pedro II

Escola Normal do RJ

Escola Politécnica do RJ (eng. Civil) 

Para quem não conhece, Malba Tahan foi escritor muito criativo que adorava elaborar enigmas em sala de aula para iniciar suas explicações. Suas histórias eram recheadas de aventuras misteriosas, com beduínos, xeiques, vizires, magos, princesas e sultões. Uma de suas obras mais conhecidas é O Homem que Calculava, que conta as aventuras de Beremis, um árabe que gostava de resolver os problemas da vida com soluções matemáticas. Os números e as propriedades numéricas eram, para ele, como seres vivos. Ele dizia que existem números alegres e bem-humorados, frações tristes, multiplicações carrancudas e tabuadas sonolentas. 

O personagem Malba Tahan

No início do século, era bastante difícil de os autores nacionais conseguirem publicar qualquer coisa: os livreiros e os donos de jornais tinham medo de ficar no prejuízo. Assim, procurando-se lançar-se como escritor, Mello e Souza resolveu criar uma figura exótica e estrangeira, o Malba Tahan , e passar como tradutor dos contos e livros desse.
Ao ler os Contos das Mil e Uma Noites, ainda menino, havia se apaixonado pela cultura árabe. Partindo desse conhecimento, e melhorando-o com outras leituras e inclusive curso de árabe, construiu seu personagem. Sua criação era uma rara figura: nascido em 1885, na Arábia Saudita, já muito moço fora nomeado prefeito de El Medina pelo emir; depois, foi estudar em Istanbul e Cairo; aos 27 anos, tendo recebido grande herança do pai, saiu em viagem de aventuras pelo mundo afora: Rússia, Índia e Japão. Em cada aventura, Malba Tahan sempre acabava envolvendo-se com algum engenhoso problema matemático, que resolvia magistralmente. 

O sucesso dessa idéia de Mello e Souza foi imediato e ele acabou escrevendo dezenas de livros para seu Malba Tahan:  A Sombra do Arco-Íris (seu livro predileto), Lendas do Deserto, Céu de Allah, etc. e o muito famoso O Homem que Calculava (que além de ter sido traduzido para várias línguas, vendeu mais de 2 milhões de exemplares só no Brasil e está na 42a edição).

Hoje, o valor pedagógico dessa obra é reconhecido até internacionalmente. Não menos meritória de aplausos é a criatividade entretenedora dos livros de Mello e Souza; o grande escritor Jorge Luiz Borges colocava-os entre os mais notáveis livros da Humanidade. 


ONTEM, 05/05, FOI DIA DA COMUNICAÇÃO

06/05/2011

POR YOHANA E ANA CAROLINA

      Ontem, dia 5 de maio comemoramos o Dia Nacional das Comunicações. Esse dia foi escolhido como uma homenagem ao nascimento do marechal Cândido Mariano da Silva Rondon, que era descendente de índios, destacado militar, sertanista e geógrafo brasileiro. “patrono” das comunicações do Brasil.

Marechal Cândido, mais conhecido como Marechal Rondon, foi ajudante da Comissão Construtora de Linhas Telegráficas que ligaram Goiás a Mato Grosso.  Teve uma importante participação ao levar as linhas do telégrafo até o Acre, atravessando 3.500km de sertão. Hoje a linha telegráfica foi substituída por linhas telefônicas.

Conforme a necessidade foi aumentando e as ideias surgindo cada vez mais e mais a comunicação foi ficando mais aprimorada a cada década. Hoje em dia existem diversos meios de comunicação, como a: internet, telefone, celular, televisão etc. O mundo conheceu um avanço tecnológico único, que afetou o modo de as pessoas se relacionarem e até a forma como se comunicam. Graças a tanta tecnologia hoje podemos conversar com pessoas à distância, rever acontecimentos, pesquisar, estudar, se comunicar e mais “N” coisas e tudo sem ao menos sair de casa!

Feliz dia da comunicação!


HOJE É DIA DO SOL, 03/05

03/05/2011

Por :Rafael  (9º Ano)

Hoje, 3 de Maio, é dia do Sol; a estrela que, por efeito gravitacional de sua massa, domina o sistema planetário que inclui a Terra.
Mediante a radiação de sua energia eletromagnética, comporta toda a energia que mantém a vida na Terra, porque todo o alimento e combustível procede em última instância das plantas que utilizam a energia da luz do Sol.
Por causa de sua proximidade com nosso planeta, e por ser uma estrela típica, o astro-rei é um recurso extraordinário para o estudo dos fenômenos estelares.
O Sol constitui-se praticamente a única fonte de energia para a Terra.
É fácil imaginar o que aconteceria ao nosso planeta se esta energia viesse a faltar.

Não vivemos no receio de que isso aconteça, pois parece certo que o Sol não é agora diferente daquilo que era no passado, e nem será durante os próximos milhões de anos.


DIA DO TRABALHO, 01/05

01/05/2011

Por Ana Carolina (9º Ano)

Obra de Tarcila do Amaral - "Operários"

Dia 1° de maio, dia do trabalho.
O dia do trabalho foi criado com o intuito de comemorar as conquistas dos trabalhadores ao longo da história. Em 28 de maio de 1886 ocorreu uma manifestação de trabalhadores em Chicago. O dia do trabalho foi nomeando por um congresso socialista em Paris em homenagem a esses protesto. Esse protesto ficou conhecido como a revolta de haymarket. Centenas de trabalhadores foram as ruas protestar sobre as condições precárias de serviço e enormes cargas horárias (13 horas diárias). O desfecho dessa história foi milhares de protestantes feridos e mortos.
O dia do trabalho é um dia merecido a todos os tipos de trabalhadores. Desde a criação desse dia, vários textos sobre o mesmo tema foram criados, como por exemplo, essa poesia feita por um autos desconhecido:

É bom trabalhar.

Depende de você. Não pense que está ganhando pouco
ou que está se esforçando mais do que deve.
O seu trabalho torna-se penoso.
O trabalho é o equilíbrio da sua vida. Sem ele, você enfraqueceria
suas forças. Cairia no desânimo. Estacionaria material e espiritualmente.
Já ao começar do dia, agradeça a Deus pelo serviço a fazer.
Lembre-se que Deus trabalha sempre.
Não exagere, porém.
Tudo fora dos limites é prejudicial.
Nós vivemos uns dos outros através do trabalho que Deus nos deu.
Bom dia do trabalho a todos !!!