DIA DA AVIAÇÃO BRASILEIRA

Blog: Voo a vela em preto e branco

Historicamente, Bauru sempre foi considerada um centro de formação de pioneiros da aviação brasileira. O Aeroclube de Bauru ocupa um lugar de relevante importância no processo da aviação nacional devido a sua grande contribuição para o desenvolvimento dessa área.

Em posição geográfica privilegiada e contando com um histórico invejável, a cidade Sem Limites é um centro de excelência na modalidade. Para os moradores de Bauru, já se tornou comum, nas tardes de dias quentes, ver nos céus pequenos aparelhos sobrevoando suas casas. No entanto, nem todos os bauruenses sabem que naqueles engenhos voam campeões e uma parte da história da cidade.   (Leia mais em http://www.aeroclubebauru.com.br/aeroclube/institucional.php)

Alfa Beta News: Como os pilotos bauruenses comemoram a data do Dia da Aviação?

Fábio P. Vieira: O que nós costumamos fazer – a base do meu avião é em Jundiaí – nós fazíamos lá ( em Jundiaí) e passamos a fazer aqui também o seguinte: pedíamos as aeronaves aos seus proprietários e seus pilotos (por exemplo: tem o Leandro que voa pela Plasútil, nós pedimos a aeronave, o proprietário dá o querosene – combustível do avião, pedimos a isenção das taxas aeroportuárias e fazemos voos com as crianças carentes). Então comemoramos levando as crianças carentes para voar gratuitamente. Faz aquela fila de criança e voamos com elas. Esse ano não foi feito esse tipo de comemoração. Em uma ocasião em Jundiaí, fizemos um concurso, onde nas escolas, o desenho mais bonito era escolhido e estampado nas camisetas do evento. Então todos os pilotos e o pessoal que ajudava usavam esta camiseta. Houve anos em que eu pilotava a aeronave, outros anos eu ajudava a embarcar e desembarcar as crianças no avião. Isso era muito legal! Houve um ano em que eu me recordo ter embarcado uma criança com necessidades especiais e isso me emocionou muito, pois eu fiquei com medo e perguntei à professor se ele não passaria mal durante o voo e ela disse que não, que ele ficaria muito bem. Eu não me lembro o que ele tinha, mas ele sabia bem o que estava acontecendo ali. Fizemos o voo e quando ele desembarcou, se você visse a reação dele… (eu quase chorei na hora!) Se ele conseguisse falar para expressar o que havia acabado de acontecer: que ele havias acabado de voar… Mas ele não conseguia falar… Vivenciar aquela situação foi e é muito prazeroso. Poder servir e mostrar para o jovem o que é voar! Mesmo para os adultos que têm o sonho de voar! Então comemoramos o Dia da Aviação mostrando o que é voar, o prazer de voar!

Alfa Beta News: Qual é a importância do Aeroclube de Bauru para a cidade, região e para todo o Brasil?

Fábio P. Vieira: A importância é grande, muito grande! Nós estamos aqui desde 1939 e oficializados desde 1940 com o primeiro voo. Toda a história está no site, estamos aqui há muito tempo com a escola de pilotos, logo logo chegará aqui o Leandro, piloto da Plasútil, que foi piloto da TAM durante treze anos e hoje voa aqui em Bauru. Nosso voo a vela que começou com o Sr. Kurts, fabricando planadores aqui no Aeroclube de Bauru, portanto é muito importante. É claro que tem outros aeroclubes, mas Bauru é o mais estruturado, nós somos um clube “saudável”, se você observar os outros clubes pelo Brasil, tanto em planador como em curso de piloto, estão desestruturados, estão sem dinheiro, a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) exigindo… impondo novas regras e isso dificulta a operação dos aeroclubes, mas nós ainda somos um aeroclube “saudável”. Ainda, sofremos muita pressão para transformarmos essa área do aeroclube em empreendimento imobiliário (lotear!). Mas ainda nos mantemos bem!

Quanto aos cursos, temos alunos do Mato Grosso, da Bahia… recebemos muitos pilotos do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Vem aluno do Rio de Janeiro, onde tem grandes escolas de aviação, mas por causa de nosso voo a vela, da frota frota, que é muito grande, os pilotos querem vir para cá começar no voo a vela, para depois prosseguir no avião. Pois o voo a vela é onde você ganha muita habilidade, o seu “filing”(acúmulo de experiências) de voo é mais aguçado, quando começa com o planador. Então o piloto prefere vir para Bauru para voar em planador.

Alfa Beta News: Quem foi o verdadeiro inventor do avião: Santos Dumont ou os irmãos Wright?

Fábio P. Vieira: Se você for para os Estados Unidos, eles vão afirmar que são os irmãos Wrigth, irmãos Wrigth, irmãos Wrigth! Mas o Santos Dumont está lá: filmado, voou, datado, “carimbado”… Para mim é Santos Dumont! Os irmãos Wright também voaram, mas não está datado, filmado… Para mim é Santos Dumont! “Ele é o cara!” (risos…)

Alfa Beta News: Os bauruenses ainda continuam na liderança do Campeonato Brasileiro de Voo a Vela?

Fábio P. Vieira: Se você me deixar pegar o jornal, vou lhe responder essa pergunta. Aqui está: terça-feira, dia 19 de outubro de 2010: O piloto João Alexandre Widmer, o Batata, do Aeroclube de Bauru, sagrou-se campeão brasileiro pela oitava vez no Campeonato Nacional, que ocorreu de 2 a 15 deste mês. Para chegar ao título, o piloto…(leia mais em jornal da cidade) ” Então Bauru ainda é favorito nos campeonatos brasileiros. Fomos campeões de voo a vela ano passado e esse ano também. Temos uma tradição muito grande de voo a vela no Brasil, ótimos pilotos de competição, temos uma ótima escola de formação de pilotos de planador. Temos pilotos, eu sou um desses casos, que começam com o voo a vela, mas não se tornam pilotos de competição. Eu comecei no voo a vela mas me tornei piloto executivo. Tem aqueles que se tornam pilotos de competição, é o caso do Henrique Navarro que foi terceiro lugar nessa competição de 2010. Ele trabalha em banco e foi campeão ano passado e terceiro esse ano. Ele é piloto de competição e eu sou piloto para instrução de aluno. Eu gosto da parte didática do curso de formação de pilotos. Isso é o nosso diferencial no curso de planadores: formamos pilotos competitivos e pilotos que buscam experiência no planador para seguir carreira na aviação executiva.

Alfa Beta News: O Sr. gostaria de ressaltar alguma informação que não foi citada em nossa entrevista?

Fábio P. Vieira: Olha… Sim! Todos podem iniciar no curso de piloto após os 16 anos e somente retirar a habilitação (brevê) depois dos 18 anos. Mas você pode freqüentar o clube bem antes e voar até seus 70, 80, 90 anos, enquanto tiver saúde e aprovação no exame médico periódico. Eu costumo dizer que o curso não é caro – sim… custa mais que uma habilitação para carro ou moto – mas está mais acessível hoje realizar esse sonho de qualquer homem ou mulher. Temos mulheres que voam conosco. Venha fazer um voo e desfrute deste prazer! Eu sou piloto e sou pago para pilotar, mas a melhor parte é quando ligo os motores e vou voar!

 

 

 

VOLTAR

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: