DIA DO CARTÓGRAFO, 6/5

…………………………………………………………………VOLTAR

Bruno entrevista a Prof. Valmira (Geografia)

 “Conhecer o espaço em seu redor é desde sempre, uma necessidade vital do homem”.

ALFA BETA NEWS: Como a tecnologia, a profissão do cartógrafo está sendo menos exercida?

PROF. VALMIRA: No mundo de hoje, não podemos mais ficar alheios a todas as formas de orientação, ainda mais que a tecnologia se encontra presente, amparando e desenvolvendo todos os meios de orientação. Assim sendo o profissional dessa área torna-se cada vez mais importante ao mundo contemporâneo/globalizado.

A formação em Cartografia, nos dias atuais, é caracterizada por um aspecto dinâmico em relação a uma constante atualização, devido ao avanço tecnológico e modernização de equipamentos e técnicas aplicadas, essa é a diferença!

O cartógrafo atua em órgãos públicos ou empresas privadas, auxilia no planejamento rural e urbano. Utiliza-se de sofisticados recursos de informática, coordena a elaboração de fotos aéreas e diversas informações para confeccionar diferentes tipos de orientação e localização no espaço. Reúne diversos tipos de dados e transformá-Los em mapas, aplicados, de diversos tipos, esquemáticos contendo informações sobre: migração e de ‘manchas urbanas; rodoviários e de ‘fluxo de veículos’; sobre o meio ambiente e das áreas desmatadas, faz relatórios de impacto ambiental; enfim, elabora desde programas de satélites para rastreamento até na produção de material para guias turísticos.  Pode até ser interpretado como um “produto somatório” às invenções de Sensoriamento Remoto, de imagens vias Satélites e geoprocessamento automáticos de precisão, no entanto sua capacidade de administrar a máquina e obter resultados precisos faz com que seja imprescindível à modernidade.

OBS: Não está sendo menos exercida e está valorizadíssima…

 ALFA BETA NEWS: Antigamente, qual era a importância do Cartógrafo?

 PROF. VALMIRA Nos séculos da Antiguidade destacamos técnicas simples de mapeamentos e levantamentos ‘cosmográficos’ ou cartográficos, relacionados como um registro  de povos e territórios úteis para os fins da ação prática de subsistência.

A presença da arte de desenhar mapas, figuras e cartas são notadas desde o início da história do homem. Pois, encontram-se como uma requisitada forma de representar dados das dimensões espaciais conhecidas, mais antigas do que a própria ‘escrita. ’

A partir do século XV, época das “Grandes Navegações/Descobrimentos,” os cartógrafos ainda chamados “cosmógrafos” detiveram o seu ápiceem importância. Aslongas viagens transoceânicas características da época exigiram novos métodos de cálculo de posições e rotas (em particular o problema da determinação da longitude, a “arte de leste-oeste”), por se tratar de uma “questão maior” nesse período, governos e academias ofereceram vultosos prêmios      para a solução     satisfatória aos seus empreendimentos.

A expansão marítima e comercial justificou essa valorização e marcou a ascensão do profissional em Cartografia. 

 ALFA BETA NEWS:  Por que as aulas de cartografia foram abolidas das escolas?

PROF. VALMIRA Os conceitos cartográficos são instrumentos básicos para compreender e analisar a leitura do mundo do ponto de vista geográfico, portanto as aulas de Cartografia na foram abolidas das escolas, ela propicia a leitura dos acontecimentos, dos fatos, de localização geográfica, além de explicar essa localização; ela também é quem vai ensinar os alunos a lerem e entenderem mapas. No entanto há muita confusão quanto à aplicação desse conteúdo, que se faz diferente da forma tradicional. O objetivo das aulas de Geografia é de “formar cidadãos com consciência do espaço das coisas, dos fenômenos que vivenciam ou não, é definir o espaço ocupado por eles e pelas coisas na prática saindo da teoria, de entender que tudo que existe ocupa um lugar no espaço”.

A cartografia, hoje, tende a trazer uma representação exata e de fácil compreensão com dados, gráficos e tabelas nas suas representações. Assim sendo, o aluno será um leitor de mapas, mas acima de tudo um leitor crítico e não de alguém que simplesmente usa o mapa para localizar fenômenos, um “mapeador consciente!”

 

 VOLTAR

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: